De Milão para Turim de trem regional num bate e volta.

De Milão para Turim:                                

Foi a primeira vez que viajamos de trem regional na Europa. Foi muito legal, aconteceu na Itália, o trem uma espécie de pinga-pinga, parando em quase todas as cidades que ficam entre a Central de Milão até chegar na estação Porta Nova da cidade de Turim.

Com a máquina fotográfica no chão, tiramos a primeira foto na praça em frente a Estação Central de Milão.

Saímos do hotel com o pensamento de pegar o trem para a cidade de Bérgamo, passar o dia por lá, mas,  quando entramos na estação que avistamos o trem já na plataforma para partir com destino a cidade de TURIM, só deu tempo entrar na bilheteria, comprar os dois bilhetes, ida e volta.

Tava escrito no trem: Torino x Milano x Torino e embarcamos com destino a cidade de TURIM.

Como é viajar de Trem Regional:

Sem filas, sem burocracia e barato, compramos nossos bilhetes por 12,20 Euros por pessoa, o trem é do tipo que anda devagar e ainda faz umas paradinhas, uma espécie de pinga-pinga. Momentos interessante não deixou de falta, como por exemplo, o trem sair da sua rota, entrar numa cidadezinha, fazer parada para embarque e desembarque e partir de ré para continuar a viagem.

O trem é bastante confortável e prático e uma curiosidade: a maioria dos passageiros dorme na viagem.

Eu não dormi, fui até Turim com o pensamento voltado para entrar na Catedral e tentar ver o Santo Sudário, o manto de linho branco que cobriu Jesus após a sua morte.

Turim, e o Santo Sudário:

Tivemos sorte, a estação de trem Porta Nova está localizado bem no centro de Turim e isso facilitou a gente andar a pé e conhecer um pouco dessa linda cidade. Fomos direto para sua catedral, já que é a principal atração turística da cidade.

Catedral de Turim, São João Batista. É aqui que está guardado o famoso Santo Sudário, o manto de linho branco que cobriu o corpo de JESUS após a sua morte.

Aqui nesse local é onde está guardada a URNA com o Manto Sagrado, aquele lençol de linho branco que cobriu JESUS após a sua morte. Essa foto foi o máximo de aproximação do local que consegui chegar por traz de uma pilastra e com ajuda de um padre que autorizou sem usar o flash da máquina.

Nesse dia, o movimento dentro da igreja estava pequeno e deu para tirar algumas fotos sem flash é claro.

A nave principal da catedral São João Batista, nesse dia com pouca gente.

Turim é uma cidade linda:

Turim é uma cidade linda, conhecida como a capital dos Alpes e também, onde a arquitetura abrange vários períodos históricos. Suas praças e ruas largas, muitas delas com pórticos e prédios do século XVII. Nesse dia, deu para visitar algumas praças, avenidas, jardins, monumentos, lojas e restaurantes.

Palácio Madama. Aqui você encontra objetos da antiga Roma. Uma coleção de Arte sempre exposta para os visitantes.

Praça do Castelo: um dos principais pontos turísticos de Turim. Aqui, além das atrações de artista de rua com suas artes e brincadeiras, a praça abriga dois dos principais museus da cidade: Palácio Real e Modama.

Após visitar a Igreja da Mãe de Deus, passar pela ponte Vitório Emanuello I que passa sobre o Rio Pó, fizemos nossa foto de gratidão por ter conhecido mais uma cidade encantadora. Turim é linda!

Nosso almoço já foi no finalzinho da tarde nas proximidade da Estação Porta Nova, momento que se aproximava nosso retorno a cidade de Milão.

Fachada do prédio da Estação de trem Porta Nova na cidade de Turim. Nesse dia ela estava em reforma mas, o prédio é espetacular por fora e por dentro.

Confira também:

Realizar sonhos é o nosso principal objetivo.

Viaje na Melhor Idade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.