De Roma para Florença, como é viajar de trem de alta velocidade.

De Roma para Florença:

Essa viagem durou apenas 1h 32m tempo gasto no trem Frecciarossa (flecha vermelha), de alta velocidade operado pela companhia Italiana Trenitália, partindo da estação Termini Central de Roma.

Olha a frente dele, bicudo como uma flecha – merece o apelido: Flecha Vermelha!

Para conseguirmos os melhores preços, compramos nossas bilhetes com antecedência, ainda no Brasil, diretamente no site da Rail Europa e optando pelo horário fora dos picos e compatível para o casal.

A viagem:

O trem que nos levou para Florença foi o Frecciarossa, o que significa em Português, Flecha Vermelho, por conta do seu bico fino e parecido com a ponta de uma flecha.

Como estávamos hospedados no Hotel Miami bem próximo da Estação TERMINI, deu para arrastar as nossas malas até lá e fomos direto para um guichê daqueles que ficam ao lado das plataformas, para validar as passagens pelos tíquetes de embarque. Você pode pesquisar outro hotel em Roma clicando AQUI.

Antes do embarque, fiquei apreciando o movimento de trens chegando e saindo das plataformas. 

Atenção:

Observe no seu bilhete o número ou a letra se está conforme com as indicadas nos painéis luminosos das plataformas, localizando corretamente onde será feito seu embarque e em que vagão você deve entrar.

Atenção: aqui estão os painéis luminosos em exposição na frente das plataformas que constam as informações para você conferir conforme seu bilhete: Número do trem, horário de partida, destino e a plataforma de embarque.

A estação Central de Roma, assim como a maioria das estações ferroviária da Europa, está localizada na região central da cidade e isso, é fator primordial para quem gosta de viajar de trem, tanto para quem está chegando ou saindo da cidade.

Como vemos na foto, a estação central de Roma, tem um piso superior que é um verdadeiro shopping e nesse dia, estava bem movimentado.

Para nós, essa viagem de Roma para Florença, foi só de encantamentos e acertos, fomos bem atendidos antes e durante o nosso embarque com as malas, boa vizinhança durante a viagem, belas imagens e um atendimento excepcional por parte dos agentes de segurança até chegarmos em Florença.

Como pode ver na foto, além das poltronas confortáveis, tem uma mesinha de apoio a sua frente com pontos de energia para carregamento de celulares e computadores.

Durante a viagem tem alguns momentos que a velocidade do trem aumenta muito, tem gente que fica tenso, outros olham para os vizinhos, nada que assuste e sem perigo!

Em Florença:

Foi uma viagem rápida, confortável, segura e com direito a lindas paisagens. Em Florença, nosso desembarque foi na principal estação ferroviária da cidade, a Santa Maria Novella, uma estação de movimento intenso. Encontramos um posto de informações turísticas que nos deu informações sobre a localização do nosso hotel e condições para arrastar nossas malas (5 minutos à pé) até o hotel ao lado da Catedral de Santa Maria de Fiore – Praça Duomo.

Momento de nosso desembarque na estação Santa Maria Novelha na cidade de Florença.

Essa foi a segunda vez que Florença nos seduziu, tanto pela sua beleza, sua história, esculturas e pinturas espalhadas pelas principais praças e monumentos, os diversos museus, igrejas, lar de grandes figuras famosas mundialmente como Leonardo da Vinci, Michelangelo e Galileu. Cidade conhecida como o berço do Renascimento e declarada Patrimônio Mundial pela UNESCO.

Dicas para viajantes da Melhor Idade:

Para sua viagem de ida e de volta sair tudo conforme planejado, é preciso tomar alguns cuidados com a saúde e o bem-estar, tais como:

  • Para evitar Trombose Venosa Profunda (TVP) ou inchaço nos pés causados pela pressão da altitude, é bom usar meias de compressão (ver seu médico) e durante o voo, fazer alguns alongamentos e caminhadas pelo corredor do avião, é fundamental para a circulação sanguínea.
  • Fique esperto: cuidado para não receber orientações e informações de pessoas estranhas, não identificadas, principalmente ainda dentro da estação. Nós, da Melhor Idade somos os mais procurados pelos trambiqueiros.
  • Direitos do idoso:
  • Esteja sempre com sua carteira de identificação em mãos em todos os lugares para comprovar sua idade e usufruir dos benefícios a que tem direito, a começar no Check in nos aeroportos, entrar na fila certa, assentos identificados, os descontos nos ingressos em Parques, Museus, Shows, Metrô, Ônibus, Trens e em muitas outras atrações turísticas que oferecem bons descontos e até a gratuidade para a Melhor Idade.
  • Para mais informações:
  • Hotéis em Roma: somos afiliados da Booking e recebemos uma pequena comissão pelas reservas feitas através do nosso blog, é rápido, seguro e o melhor preço garantido em todo o mundo, sem cobrar nenhuma taxa e você só pago quando chegar lá – ficamos gratos!

Confira também:

No Facebook I No Instagram I No Twitter

Você sabia?

A rede ferroviária da Europa conta com 250 mil quilômetros de trilhos e é uma das mais seguras e modernas do mundo?

Leia também:

Como foi nossa viagem de trem de Florença para Veneza. Sempre a próxima viagem é melhor que a anterior!

Outras viagens de Trem:

Viagem de sonhos de Veneza até Milão.

Outra viagem inesquecível foi de Frankfurt até Berlim passando por Hannover.

De Paris até Londres foi sensacional, muito bacana. 

De Paris para Estrasburgo que fica na divisa com Alemanha. 

“Viajar é a maior clínica médica do mundo, é o melhor remédio que existe para a Melhor Idade”

Boa viagem:

Viaje na Melhor Idade!. Walter e Lucineide

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.