Santuário do Lima – Nossa Senhora dos Impossíveis

Nascimento do Santuário:

O Coronel Antônio de Lima Abreu Ferreira, comandante do regimento de ordenanças da ribeira do Apodi, que no ano de 1758, fez a doação de terras para a construção da primeira Capela de Nossa Senhora dos Impossíveis, erguida em cima da serra de Patu que ficou conhecida como “SERRA DO LIMA”.

Essa é a Serra de PATU vista de longe, que após a construção do Santuário de Nossa Senhora dos Impossíveis, ficou conhecida como SERRA DO LIMA.

Pórtico no início da subida para chegar ao Santuário, onde podemos ver espaços para subida e descida de carro e também, á pé.

Na metade da subida, você encontra esse local “sagrado” para uma parada de descanso e reflexão.

Pórtico na chegada ao Santuário, já no topo da Serra do Lima.

Essa é a primeira imagem que você ver ao chegar no santuário, a Igreja de Nossa Senhora dos Impossíveis. É nessa esplanada que também, acontecem missas campais e outras solenidades religiosas.

Agora, você ver a igreja mais de perto; Como pode observar, ela é de uma estrutura linda e moderna.

Como mostrado na foto, existe esse altar externo para realizações de missas campais. Entrando na igreja, você vai encontrar dois pisos com duas naves e altares que dá direito a celebração de duas missas ao mesmo tempo.

Entrando, você chega na nave principal; um lugar maravilhoso para ficar um tempo em Oração…

Com Fé e Amor, é aqui que faço minhas orações de agradecimento pela vida de viajante que levo comigo a todos os lugares por onde ando.

Essa é a imagem que levo comigo – Nossa Senhora dos Impossíveis – a quem peço proteção e agradeço constantemente pela saúde e pela vida. 

Você sabia?

O Santuário de Nossa Senhora dos Impossíveis, além de ter sido eleito como uma das Sete Maravilhas do Rio Grande do Norte, vem recebendo um conceito de excelência em turismo religioso pelos mais conceituados órgãos públicos e agências de turismo em todo o mundo, tanto pelo fator organizacional da gestão do Santuário, principalmente, na infraestrutura oferecida aos visitantes, com hospedagem, restaurantes, banhos, casa de apoio aos milagres a beleza natural da própria Serra.

Pousada Nossa Senhora dos Impossíveis, localizada ao lado da Igreja. Nesse dia estava fechada.

Casa dos Milagres. Um lugar para você sentir o quanto o povo tem fé e consegue curas impressionantes.

Lojinha para você comprar e levar aquela lembrancinha do Santuário e prestigiar os artesões da região de Patu.

Residência oficial dos Padres e Seminaristas:

Tive o prazer de ser permitido entrar e até fotografar a Casa onde os Padres e Seminaristas vivem em constante atividades para melhoria dos processos para resgatar a Fé e as Festividades Religiosas do povo de Patu e Região.

Casa dos Padres, como é chamada pelos peregrinos; é daqui desse alpendre, que se tem uma linda vista da torre da Igreja.

A torre da Igreja vista dos jardins da Casa dos Padres.

Refeitório, tudo muito bem preservado/conservado.

Sala de estudo com a biblioteca ao fundo.

Aqui, uma sala de ambiente sagrado: onde padres e seminaristas estudam e praticam suas orações.

A barragem do Lima:

Uma das principais prioridades para a sobrevivência de toda a comunidade residente e não residente na Serra do Lima, foi a construção dessa barragem com capacidade para abastecer toda a sua gente por um período longo sem faltar água nos canos de suas residências e do próprio Santuário.

Bonita e famosa pela exuberante paisagem natural que circunda, a Barragem do Lima, está localizada a 300 metros a cima do Santuário.

História da criação do Santuário:

A moderna e gloriosa Igreja de Nossa Senhora dos Impossíveis, segundo relato das escrituras encontradas nos arquivos guardados na Casa dos Padres e relatados nos setes painéis escritos no paredão ao lada da igreja, contando a história que teve início em Janeiro do ano de 1758, conforme segue nas fotos:

Primeiro painel: data da doação do terreno para construção da igreja!

Segundo painel: data da nomeação do primeiro Administrador do Santuário.

Terceiro painel: data da construção da Estrada, Casa dos Romeiros e do Santuário.

Quarto painel: data do início da construção da barragem e da praça…

Quinto painel: data do Jubilar do Bicentenário do Santuário.

Sexto painel: data da inauguração da estrada que dá acesso ao Santuário.

Sétimo painel: data de inauguração do novo Santuário – 20/01/1967.

O primeiro administrador:

O tempo foi passando e somente em Fevereiro de 1921, Dom Antônio do Santo Cabral, veio nomear o primeiro administrador do santuário, o Alemão Padre José Scholl.

No dia 22 de Julho de 1923, foi celebrado entre a Diocese de Natal e o Superior Geral dos Missionários da Sagrada Família, um convênio para a construção do novo santuário, na estrada que liga a cidade de Patu ao santuário a Casa dos Romeiros. Para a continuidade das obras, em Agosto de 1948 tomou posse como administrador do santuário, o padre Alemão, Henrique Sptz que energicamente, retoma as principais obras e em 1951 inaugura a estrada que liga a cidade de Patu ao Santuário. Em seguida, vieram a reforma da barragem, a construção da praça central onde foi erguido o novo santuário e a casa dos romeiros. Em 1965, numa quarta-feira da Semana Santa, é celebrada a última missa no antigo Santuário que em seguida foi demolida para em seu local ser erguido o novo Santuário, obra iniciado no ano de 1967 e o término com a inauguração que se deu em 1º de Janeiro de 1969, sob a administração do Padre Henrique Spitz e o arquiteto Alberto Reithler. Foi uma das maiores festas religiosas já vista pela população de Patu e vizinhanças; ficou conhecida como a maior romaria de peregrinação nos sertões nordestinos.

Principais eventos do Santuário:

Durante todo o ano, há diversas romarias ao santuário, tendo como as mais relevantes em função do grande número de peregrinos, dos Vaqueiros no mês de Março, da Juventude no mês de Outubro, a própria festa de Nossa Senhora dos Impossíveis no mês de Novembro e a romaria do Ano Novo no mês de Dezembro.

Como chegar:

Para quem sai de Natal até Patu, pega a rodovia 304 e na cidade de Assú entra na RN 233 e 226, são aproximadamente a 340 km de distância em rodovia asfaltada. Já para quem sai de Mossoró, pega a RN 117, são apenas 120 km, também em rodovia asfaltada.

Observação:

Se você chegou até aqui, certamente deve ter gostado, então, te faço um pedido: Compartilhe com seus amigos e seus grupos essa postagem para ajudar a divulgar do Santuário do Lima. É tudo muito simples, basta copiar esse link e aplicar. Gratidão é o que posso dizer. Obrigado!

Visite outros Santuários:

Visite o Santuário da primeira Santa do Brasil.

Conheça o Santuário de Santa Rita de Cássia.

Visite a estátua de Padre Cícero em Juazeiro do Norte.

Visite a estátua de São Francisco de Assis no Canindé.

Viste o Cristo Redentor ante de chegar lá.

Siga a gente:

Instagram | Facebook | Twitter

Postamos nossas viagens para ajudar a outras pessoas a viajarem também.

“Realizar sonhos é o nosso principal objetivo”

Viaje na Melhor Idade!

19 respostas para “Santuário do Lima – Nossa Senhora dos Impossíveis”

  1. Aldenora Fernandes de Queiroz disse:

    Parabéns! continue divulgando nossa cidade que é linda as fotos ficaram ótimas assim como as informações que são dadas. Excelente.

    • Walter Leite disse:

      Obrigado Aldenora pela sua visita ao meu site. Sua opinião e/ou sugestão, é muito importante para o aprimoramento das postagens. Obrigado e volte sempre!

  2. Isis Penido disse:

    Maravilhoso…..
    gostaria de conhecer Patu e o Santuário…

  3. Jandui Alves da Silva disse:

    Parabéns sou dessa Terra linda, moep no Piauí, Teresina a mais de 40 anos mas quando vou a minha terra é o primeiro lugar vou visitar…minha terra querida.

  4. Josefa Almeida disse:

    Bom dia, gostaria de falar com os Padre vá respeito de excursão para Israel, deixei o meu contato mas esqueci o nome dele

  5. Josefa Almeida disse:

    Fui esse ano em janeiro assistimos a Missa pagamos promessas, linda Igreja, ainda convidei o Padre para Ir a Israel

  6. Adélia de Alencar disse:

    Um lugar de una enérgia incrível, muito abençoado esse Santuário, vou sempre ao Santuário.

  7. Adélia de Alencar disse:

    Adoro, muita paz, é um lugar de uma enérgia incrível, muito abençoado esse Santuário, vou sempre ao Santuário.

  8. Joana disse:

    Em 1975, toda minha família (Queiroga da cidade de Sousa/PB), viajou para agradecer à Nossa Senhora dos Impossíveis, que nos concedeu uma grande graça. Hoje, novamente, estamos reunidos em súplicas e esperamos voltar à “Serra do Lima“ em louvor e gratidão à Nossa Sra dos Impossível. Em 1975 eu tinha 5 anos e quero voltar levando o meu neto que tem 10 anos.

    • Walter Leite disse:

      Oi Joana,obrigado pela visita e ficamos felizes por agradecer a Nossa Senhora dos Impossíveis. Venha e traga toda a família, o Santuário está cada vez mais bonito e encantador. Estive lá recentemente, também, para agradecer. Tenho certeza que você vão fazer uma bela viagem e N.S.continua de braços e coração aberto para receber você e sua família. Meu especial agradecimento!

  9. Gilda Maria Bernardo Cruz disse:

    A igreja do Lima é linda!!
    Morei aí de 1987 a 1989. Meu ex marido era funcionário do Banco do Brasil. Tive grandes amigos, como Tião e Chiquinha Tavares. Tenho muita vontade de volta a Pati. Se Deus quiser ainda irei. Revê-los.

  10. Ronaldo Gurgel( Mossoró -Rn) disse:

    Excelentes informações sobre a linda cidade de Patu e seu belíssimo santuário. Visito sempre que posso. Parabéns

  11. Junior Hoff disse:

    Linda cidade. Espero conhecer em breve.
    Alguma indicação de hospedagem ou de aluguel mensal?

    • Walter Leite disse:

      Junior,sei que existem outras pousadas, mas eu só conheço a Pousada do Sol – telefone 84-3361-2240

  12. Juci Brito disse:

    Gostaria de saber como está o santuário, vi a algum tempo atrás que houve um incêndio, fiquei preocupada, moro muito longe, mas tenho boas lembranças de quando era criança e meu pai levava toda a família em novembro para pagar promessa e agradecer a Deus e a nossa senhora dos impossíveis.
    Pretendo em breve ir agradecer um milagre que receberei com a graça de Deus.

    • Walter Leite disse:

      Boa tarde Juci, primeiro quero agradecer pela visita ao nosso Santuário do Lima e também, agradecer a Deus e Nossa Senhora dos Impossíveis pelo milagre alcançado.
      Quanto ao fogo, realmente aconteceu e foi devastador, pegou todos os Patuenses de surpresa e em função das condições de acesso aos locais, deu trabalho conter as chamas, mas depois de um certo período, o fogo foi controlado. Hoje, já está de volta a normalidade. Pode vir que o pessoal de lá sempre estão de braços aberto para receber os visitantes. Obrigado!

  13. JUDITE FREIRE SOLANO COSTA disse:

    Faz mais de 20 anos que não visito minha querida, amada e inesquecível Patu, cidade onde nasci e vivi meus primeiros 17 anos de vida. Em breve, se Deus quiser, irei matar as saudades, que são grandes por demais. Quero relembrar os mais felizes anos da minha vida.
    AMO MINHA PATU DE PAIXÃO!!!

    • Walter Leite disse:

      Judite, Patu te aguarda de braços aberto. Não esqueça de visitar o nosso Santuário de NS dos Impossíveis na Serra do Lima. Obrigado pela vista no blog. Forte abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.