Câmara Cascudo, o maior Historiador e Folclorista do Brasil

Câmara Cascudo:

Por volta do período de 1967/70, eu conheci Luís da Câmara Cascudo e não sabia ainda quem era aquele homem que quase todos os dias lá estava escrevendo naquela maquininha e fumando aquele charmoso charuto, eu ficava na porta do Instituto Histórico e Geográfico do RN. Um belo dia, ele me convidou a entrar, conversou comigo (não lembro mais o assunto), lembro apenas quando ele disse: você precisa ler e estudar mais!

Eu gostava muito quando tinha autoridades e fotógrafos com ele, ficava por perto e alguns até sabiam que eu morava na Casa do Estudante, ali pertinho. Isso durou pouco tempo, fui embora de Natal, mas o suficiente para nunca mais esquecer o maior folclorista do Brasil, o homem mais intelectual do Rio Grande do Norte, ele, Luís da Câmara Cascudo.

Foto tirada durante uma feira e exposição cultural no Centro de Convenções em Natal.

Lodovicus – Instituto Câmara Cascudo:

Muito tempo se passou e resolvi visitar a casa onde morou Câmara Cascudo e lá chegando, encontrei o que mais me motivou a fazer essa postagem: a neta e hoje diretora Daliana Cascudo, que abriu as portas do Instituto, local onde está guardada a monumental obra de Câmara Cascudo e que tem como objetivo principal a preservação, divulgação e a capitalização do patrimônio cultural do principal nome intelectual do Estado do Rio Grande do Norte.

Blog VaConferir

Ludovicus, nome escolhido para denominar o Instituto por razão histórica e sentimental, pois, ao ser batizado em 1899, Luís da Câmara Cascudo foi chamado pelo seu nome em Latim: Ludovicus, termo que agora denomina o Instituto que preserva a sua memória.

Serviços:

Endereço: Avenida Câmara Cascudo, 377 – Cidade Alta.

59.025-280 – Natal-RN

Fone: (84) 3222-3293.

Whatsapp: (84) 9.8827-3866

Site oficial: www.cascudo.org.br

Redes Sociais: Facebook, Twitter e Instagram 

E-mail: contato@cascudo.org.br

As visitas:

As visitas de grupos com mais de 15 pessoas são realizadas apenas com pré-agendamento através do telefone (84) 3222-3293.

No caso de visita de grupos de estudantes, a escola deverá enviar um acompanhante adulto responsável pelo grupo. O acompanhante será responsável pelo adequado comportamento do grupo no interior da instituição. Os grupos deverão ter no máximo 40 visitantes e serão divididos em subgrupos de 10 para visitação. Os demais aguardarão nas dependências da instituição.

Escolas da rede pública e projetos sociais são isentos do pagamento do ingresso e deverão trazer, no dia da visita, um ofício para a instituição solicitando esta isenção.

Funcionamento:

Segunda a Sexta-Feira, das 9 às 17h.

Bilheteria: fecha às 16:30h.

Preço do ingresso:

Adulto R$ 10,00 (dez reais).

Estudantes R$ 5,00 (cinco reais).

Escolas da rede pública e projetos sociais são isentos do pagamento.

Professores da escola particular acompanhando grupos de alunos são isentos do pagamento.

O ingresso só pode ser pago em dinheiro, não havendo venda antecipada.

Recomendações:

A visitação é recomendável para crianças alfabetizadas.

Não é permitido o consumo de alimentos, bebidas, balas ou chicletes no interior do museu.

É permitido fotografar, sendo terminantemente proibido o uso do flash. Não é permitido fotografar ou filmar com fins comerciais.

É proibido fumar dentro do Instituto.

Mochilas, sacolas, pacotes, malas, brinquedos e afins deverão ser deixados no guarda-volumes.

A Casa:

A casa onde Câmara Cascudo viveu a maior parte de sua vida, foi construída em forma de um chalé, em 1900 e tombada a nível estadual em 1990, sendo restaurada pela família de 2005 a 2009 e aberta ao público em 2010, está impregnada não apenas de lembranças familiares e amigos, mas também de uma vida dedicada ao saber e a cultura do Brasil.

Blog VaConferir

Casa onde morou e viveu o historiador Câmara Cascudo, hoje, guarda um dos maiores acervos cultural e histórico do Brasil.

Acervos:

Em companhia de um guia, logo na primeira sala você vai encontrar além de um impressionante acervo fotográfico de ilustres personalidades do mundo guardados em porta retratos e pendurados, também, um belíssimo mobiliário da época que se estende em todos os cômodos.

Blog VaConferir

Obras em quadros pendurados na primeira sala de visitação.

VaConferir

Nas paredes de reboco e até nas portas, a gente encontra assinaturas com grafite a pedido do próprio Câmara Cascudo, entre os mais ilustres,tem do presidente Juscelino Kubistchek e do artista Villas lobos.

VaConferir

Uma sala com diversos quadros e algumas relíquias que ele recebia de presente pelos bons trabalhos realizados mundo à fora.

Lembranças:

Uma coisa me chamou a atenção, coisa de turista da atualidade, trazer na bagagem, uma lembrança do local visitado; Câmara Cascudo já fazia isso com muita sabedoria, pois, ele trazia um pedaço da história, uma lembrança real, uma relíquia para vivenciar.

Dentre as centenas de objetos, presentes, lembranças, troféus, medalhas, coleções de comendas etc., o que mais me chamou a atenção, foi uma xícara em porcelana datada de 1893 que traz na sua parte interna uma pequena aba para o café não queimar o bigode de seu tomador.

VaConferir

Seu quarto:

No seu quarto, além da presença da cama e outros pertences, o que chamou mais a atenção foi a reprodução em quadros de uma reportagem que narra a história de amor de Luís e sua esposa Dáhlia, contendo as cartas e documentos oficiais desde o tempo de namoro até o casamento.

VaConferir

Olha que linda banheira!

Observe cada detalhe do quarto, além da cama, os dois criados mudos e os quadros na parede.

VaConferir

Linda demais essa penteadeira e muito bem conservada.

Sua Bibliografia:

Sua bibliografia abrange mais de 230 livros, opúsculos e ensaios, com destaque para: Dicionário do Folclore Brasileiro, Literatura Oral no Brasil, Vaqueiros e Cantadores, Canto de Muro, Rede de Dormir, Jangada, História da Alimentação no Brasil, Civilização e Cultura, Geografia do Brasil Holandês, Geografia dos Mitos Brasileiros, Contos Tradicionais do Brasil, Locuções Tradicionais do Brasil, Lendas brasileiras, Superstições e Costumes, entre outros.

A Lojinha das lembranças:

Ao visitar o LUDOVICUS visite a pequena loja onde se podem adquirir alguns exemplares dessa monumental obra, como “Livros Raros” com edição fora do mercado destinados a colecionadores e na seção de souvenires, o visitante se encanta com diversos produtos com a marca LUDOVICUS, que cabe a nós, hoje, a imensa responsabilidade de preservar e divulgar o inesgotável legado cultural que ele nos deixou.

Dizia Cascudo: “Sou um homem que não desanimou de viver e acho a vida cheia de encantos”.

Cascudo “encantou-se”, como ele se referia à morte, no dia 30 de Julho de 1986, em Natal-RN, cidade de onde nunca quis “arredar o pé”, por se considerar um “provinciano incurável”.

Antes de ir embora, que tal passar neste espaço para levar consigo, um pouco da vida e obra de Câmara Cascudo.

Neste espaço, você vai encontrar obras de sua autoria, bem como estudos feitos sobre ele, por diversos autores e pesquisadores.

Na Loja conta ainda com peculiaridades como a Caixa 12 Contos de Cascudo em Cordel, uma seleção de contos de Cascudo em folhetos de cordel (Editora Queima Bucha), o CD Brouhaha, com poesias musicadas de Cascudo, e o Vinho Grande Reserva Câmara Cascudo, produto da Quinta do Porto, Portugal.

Na seção de souvenires, o visitante encontrará cartões postais, camisetas, canetas, bolsas e diversos produtos com a logomarca do Ludovicus.

Faça uma visita a Casa de Câmara Cascudo e repasse essas informações para seus amigos, contatos e pessoas do seu convívio.

Vamos ajudar na preservação, divulgação e a capitalização do patrimônio cultural do principal nome intelectual do Estado do Rio Grande do Norte.

Confira também:

Museu Histórico Lauro da Escóssia na cidade de Mossoró.

Museu e Instituto Ricardo Brennand na cidade de Recife.

Museu do Cangaço na cidade de Triunfo.

Siga-nos nas redes sociais:

No Instagram você ver antes fotos com dicas de outras viagens.

No Facebook você curte, comenta e compartilha outras viagens.

No Twitter você acompanha resumo das nossas viagens.

“Realizar sonhos é o nosso objetivo”

Viaje na Melhor Idade!

Uma resposta para “Câmara Cascudo, o maior Historiador e Folclorista do Brasil”

  1. No Local, conheci o grande Luis da Câmara Cascudo, sempre em sua casa, as vezes em uma Cadeira de Balanço logo quase na entrada, onde costuma conversar com alguns amigos, penso eu.
    Pois passava sempre por ali e notava aquela presença marcante do historiador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.