Ouro Preto: foi incrível, cheguei lá sem saber de nada

Um dia na cidade de Ouro Preto:

Isso mesmo, foi um bate e volta saindo de Belo Horizonte e de ônibus de linha que percorreu uns 100 Km até Ouro Preto. Cheguei lá pela manhã cedinho e deu para andar bastante pela história do Brasil.

A Cidade de Ouro Preto:

Patrimônio Cultural da Humanidade. Ouro Preto é um museu a céu aberto. Em cada esquina que a gente chega, tem algo para ser admirado: Igrejas, Oratórios, Chafarizs, Casarões seculares, além das delicias da sua gastronomia, Arte e Cultura no meio das Ruas e das Praças, tudo isso emoldurado por lindas montanhas com cachoeiras.

Lá, tive a oportunidade de conhecer um pouco da história do Brasil, visitei o Museu da Inconfidência, igreja de São Francisco, Praça da Inconfidência, Praça Tiradentes, Igreja de Nossa Senhora do Carmo, Museu do Aleijadinho, Feira do Artesanato e as principais construções em estilo colonial, diversas igrejas e obras de arte na região central da cidade, que é patrimônio histórico da humanidade.

Foi tão legal que deu vontade de dormir por lá. Almocei um prato tipico da região da serra, descansei um pouco na Praça Tiradentes, sentado conversando com pessoas da cidade e seguindo algumas dicas, fui visitar outros monumentos nos arredores.

Algumas fotos que tirei no dia:

Algumas dicas importantes:

  • O terminal rodoviário fica pertinho do centro e tem um posto de informações turísticas.
  • As igrejas e museus cobram ingressos e tem descontos para idosos.
  • É proibido fotografar e filmar dentro das igrejas.
  • É proibido entrar com mochilas e equipamentos nas igrejas e museus.
  • Nas segundas-feiras, a maioria das igrejas e dos museus estão fechados.
  • Apesar de andar à pé ser o melhor para conhecer os principais pontos turísticos, utilize calçados confortáveis e com solados antiderrapantes. As calçadas de pedras antigas são escorregadias.
  • Só contrate guias credenciados pela Secretária de Turismo do município ou da Embratur.

Sobre a Gastronomia local:

Apesar do prato pedido para meu almoço ter sido uma deliciosa Galinha Caipira torrada a maneira mineira, na mesa apareceu algumas porções do tipo, feijão tropeiro, angu (aqui no nordeste eu chamo de pirão), queijo assado e uma dose de caipirinha. Foi uma delícia. A cozinha mineira é tradição, o santuário da casa!

Foi muito bom. Voltei para Belo Horizonte no início da noite e com a certeza que ainda vou voltar a Ouro Preto.

Conheça também:

Nossa página no INSTAGRAM dicas com fotos dos lugares que já visitamos.

Vamos conhecer a Fonte de Pureza localizada no município de Pureza no estado do Rio Grande do Norte;

Hospedagem em Ouro Preto é bastante concorrida nos finais de semana, feriados e período de festas religiosas.

Faz Tempo!

Mapa do Destino

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *