Viena: O que mais gostei em apenas dois dias

Viena:

Faz tempo, mas, sem nenhum conhecimento sobre a cidade, em apenas dois dias, deu para passar pelos principais pontos turísticos e vivenciar o que cada um oferece ao visitante, dentre eles, destacamos: Ópera de Viena, Catedral Santo Estêvão, Igreja de São Carlos, Galeria Albertina, Parlamento, Palácio Belvedere e o mais encantador do nosso tour – o Palácio Schonbrunn ou Palácio da “SISSI” como é conhecido.

Palácio Schonbrunn:

Gente, seu nome verdadeiro é Elisabeth da Baviera, depois de casar com o imperador Francisco, passou a ser chamada de Elisabeth da Áustria, passando a ser Imperatriz da Áustria e Rainha da Hungria. SISI é seu nome mais conhecido!

Olha a grandeza e a beleza do salão de festa que seu rei construiu só para a SISI fazer festas e encontro com as amigas. Fica no alto e com frente para os jardins do seu palácio.

A SISI, gostava de viajar, de moda, de festas, mulher bonita e certamente muito carinhosa, já que deixava os corações apaixonados. Não foi à toa que o imperador construiu o Palácio De Schonbrunn todinho só para ela e já que gostava de festa, ele mandou fazer um elegante salão para festa com pista de dança, palco para shows e até receber grandes orquestras e sem falar no imenso jardim floridos exclusivo para ela receber as amigas e fazer festas, tudo isso nos moldes do Palácio de Versalhes de Paris só porque ela numa dessas viagens, ficou apaixonada por Versalhes.

Encontrei esse banner com sua imagem e deu para ficar pertinho dela pelo menos na foto!

Na visita que fizemos, passamos por diversos setores e alas do monumento, mas, foi surpresa ao passar pelo seu quarto e ver o quanto era pequeno para uma grande mulher (não foi permitido tirar fotos).

Ela, realmente era bonita. Mereceu ter seu palácio e os diversos títulos de nobreza.

Lembrei da letra de uma música de Luiz Gonzaga que se referindo a Maria Bonita, mulher de Lampião que diz: “mulher nova bonita e carinhosa faz o homem gemer sem sentir dor”.

Palácio Belvedere:

Visitar esse grandioso palácio é conhecer um pouco da arquitetura barroca e explorar seus belos jardins e um belíssimo museu onde você vai encontrar uma grande coleção de obras arte de valores inestimáveis incluindo obras-primas de Monet, Van Gogh, e Klim.

Catedral de Santo Estevão:

Igreja católica romana medieval com penáculo bem ornado, diversas catacumbas de ilustre famosas do passado e um museu da antiguidade. Preste bem atenção no seu telhado, um espetáculo para os olhes. Vale a visita!

Ópera de Viena: Uma das maiores salas de concertos da Áustria e que está localizado no centro da cidade. Vale pagar para assistir um concerto!

Karlskirche é seu nome, mas, é uma linda catedral do século XVIII com uma espetacular plataforma com mais de 30 metros de afrescos todos bem ornamentados. Entre, você vai se encantar com tanta beleza!

Parlamento Austríaco, é aqui onde as duas casas administrativa se encontram para realizar suas sessões. Nesse dia, não estava aberta ao público.

Museu de Arte de Viena: não entrei mas, me falaram que aqui é onde os artesões de Viena se encontram e que a esfera que se ver em cima do prédio é toda banhada a ouro!

Andar atoa pelo centro de Viena é se encontrar com a arte de rua, principalmente, com a musicalidade, o forte da cidade. Na foto, estou ao lado um dos muitos artistas de rua, esse imitando e tocando as musicas do grande mestre Johann Strauss que morreu em 1849 aos 45 anos de idade!

Concerto com jantar:

Em Viena quando a noite chega é quase impossível com tantas casas de concerto você não ir a nenhuma delas. Participamos de um desses concertos, com direto a jantar e recomendamos a você que vai a Viena, pois, os espetáculos são bonitos, participativos e você terá a oportunidade única de assistir as mais famosas valsas e duetos executados em palcos.

Na entrada da casa de concerto de Mozart.

Já dentro do local do espetáculo, recebemos duas taças com champanhe para brindar a noite.

Orquestra e dançarinos fazem a festa com lindas valsas.

Nosso jantar além do charme e delícias dos pratos, fomos muito bem servidos.

Momento em que os músicos deixam o palco e vem ao nosso encontro nas mesas na hora do jantar.

Momento especial quando fui convidado para participar dos agradecimento da casa ao lado dos músicos.

Leia também:

Budapeste: passeio de barco pelo Rio Danúbio

Bratislava: na capital da Eslováquia pela primeira vez

“Realizar sonhos é o nosso objetivo”

Viaje na melhor idade!

Faz tempo!

Mapa do Destino

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *