Patu e o Santuário de Nossa Senhora dos Impossíveis

Patu e o Santuário de Nossa Senhora dos Impossíveis

Sobre Patu:

Sou daqui, tenho fé e jamais imaginaria que um dia estaria aqui divulgando e mostrando para uma parte do mundo a minha cidade Natal, Patu, cidade religiosa, turística e de aventuras.

Patu e a Serra do Lima: Essa é a imagem que você ver quando se aproxima da cidade!

Pois bem amigo leitor é com o maior prazer em apresentar e mostrar os encantos da cidade onde nasci e aprendi minhas primeiras lições de vida, cidade famosa no mundo religioso pelo imponente Santuário de Nossa Senhora dos Impossíveis localizado no topo de sua Serra do Lima onde temos também, a Rampa de voos livres de Paragliders (parapentes) considerada uma das melhores do mundo, pelos aventureiros vindo de várias parte do mundo.

Como chegar:

Patu está a aproximadamente a 340 km da capital Natal e a uns 120 km da cidade de Mossoró. As duas principais cidades que dão acesso pelas suas rodovias, ambas em perfeito estado de conservação.

Seu nome:

Segundo o historiador Luís da Câmara Cascudo, “Patu” em língua tupi quer dizer “terra alta”, “chapada”, “planalto”, “serra do estrondo”.

Patu até o ano de 1953 era um grande município, com o desmembramento para criação de outros municípios, Almino Afonso, Messias Targino, Olho D’água do Borges e Rafael Godeiro, ficou menor em extensão territorial, mas, ainda hoje, é uma cidade polo, de atração comercial onde se destaca por sua grande potencialidade turística em vários segmentos: Religioso, Cultural, Ecológico e também o turismo de Aventuras.

Igreja matriz de Nossa Senhora das Dores no centro da cidade!

A nave principal da Igreja matriz de Nossa Senhores das Dores.

Visite o site oficial da  Paróquia de Patu.

Sua história:

No início, com o nome de Freguesia de Nossa Senhora das Dores, teve sua construção iniciada nos anos de 1778/79. Somente por volta de 1936, depois de diversas reformas, a antiga Freguesia de Nossa Senhora das Dores, fora transformada em Paróquia de Patu.

A Vila de Patu cresceu juntamente com sua população e veio a necessidade de aumentar o tamanho da então Paróquia, o que se deu nos anos 40 a construção de uma nova Igreja, maior espaço físico para receber todos os fiéis e em 1954, recebe da Diocese de Mossoró o Status de Matriz de Nossa Senhora das Dores da cidade de Patu. No mesmo período, um grande momento para a igreja foi a chegada e instalação na sua torre, de um imenso relógio do tipo carrilhão acoplado com pêndulos, com três mostruários de horas (em cada lado da torre) e mecanismo ligado aos sinos para que em cada hora, suas batidas sejam escutadas por toda a população da cidade.

Fotos de Patu:

Praça João Carlos com suas casas coloridas no centro da cidade.

Prédio que abrigou o quartel militar com a cadeia pública.

Sobre o Santuário de Nossa Senhora dos Impossíveis:

Pórtico de boas vindas no início da subida para o Santuário. Foto de 2014.

Na metade da subida, você encontra esse local para uma parada de descanso.

Pórtico na entrada do Santuário no topo da Serra do Lima.

Essa é a primeira imagem que você ver ao chegar na Igreja de N.S. dos Impossíveis.

Agora, você ver a igreja mais de perto. É linda, né?

Como ver na foto, local para missa campal e dentro tem dois pisos que dá direito a celebração de duas missas ao mesmo tempo.

Entrando, você chega na Nave principal. Um lugar maravilhoso para ficar um tempo em oração e Fé.

Com Fé e Amor, é aqui que faço minhas orações de agradecimento.

Visite o site oficial do Santuário de Nossa Senhora dos Impossíveis.

Você sabia?

O Santuário de Nossa Senhora dos Impossíveis, além de ter sido eleito como uma das Sete Maravilhas do Rio Grande do Norte, vem recebendo um conceito de excelência em turismo religioso pelos mais conceituados órgãos públicos e agências de turismo em todo o mundo, tanto pelo fator organizacional da gestão do Santuário, principalmente, na infraestrutura oferecida aos visitantes, com hospedagem, restaurantes, banhos, casa de apoio aos milagres a beleza natural da própria Serra.

Pousada N.S. dos Impossíveis.

Casa dos Milagres.

Lojinha para você comprar e levar aquela lembrancinha do Santuário e dos artesões da região de Patu.

Residencia oficial dos Padres e Seminaristas:

Tive o prazer de ser permitido entrar e até fotografar a Casa onde os Padres e Seminaristas vivem em constantes atividades para melhoria dos processos para resgatar a Fé e as Festividades Religiosas do povo de Patu e Região.

Casa dos Padres, como é chamado pelos peregrinos e daqui desse alpendre, tens uma linda vista da torre da Igreja.

A torre da Igreja vista dos jardins da casa dos Padres.

Refeitório.

Sala de estudo com a biblioteca ao fundo.

Ambiente sagrado: onde padres e seminaristas estudam suas orações….

Principais eventos:

Durante todo o ano, há diversas romarias ao santuário, tendo como as mais relevantes em função do grande número de peregrinos, dos Vaqueiros no mês de Março, da Juventude no mês de Outubro, a própria festa de Nossa Senhora dos Impossíveis no mês de Novembro e a romaria do Ano Novo no mês de Dezembro.

História da criação do Santuário:

A moderna e gloriosa Igreja de Nossa Senhora dos Impossíveis, segundo relato das escrituras encontradas nos arquivos guardados na Casa dos Padres e relatados nos oitos painéis escritos no paredão ao lada da igreja, essa linda história teve início em Janeiro do ano de 1758, veja nas fotos que tirei:

O primeiro administrador:

O tempo foi passando e somente em Fevereiro de 1921, Dom Antônio do Santo Cabral, veio nomear o primeiro administrador do santuário, o Alemão Padre José Scholl.

No dia 22 de Julho de 1923, foi celebrado entre a Diocese de Natal e o Superior Geral dos Missionários da Sagrada Família, um convênio para a construção do novo santuário, na estrada que liga a cidade de Patu ao santuário a Casa dos Romeiros. Para a continuidade das obras, em Agosto de 1948 tomou posse como administrador do santuário, o padre Alemão, Henrique Sptz que energicamente, retoma as principais obras e em 1951 inaugura a estrada que liga a cidade de Patu ao Santuário. Em seguida, vieram a reforma da barragem, a construção da praça central onde foi erguido o novo santuário e a casa dos romeiros. Em 1965, numa quarta-feira da semana Santa, é celebrada a última missa no antigo Santuário que em seguida foi demolida para em seu local ser erguido o novo Santuário, obra iniciado no ano de 1967 e o término com a inauguração que se deu em 1º de Janeiro de 1969, sob a administração do Padre Henrique Spitz e o arquiteto Alberto Reithler. Foi uma das maiores festas religiosas já vista pela população de Patu e vizinhanças; ficou conhecida como a maior romaria de peregrinação nos sertões nordestinos.

A Rampa:

Localizado no topo da Serra do Lima, a cima do Santuário de Nossa Senhora dos Impossíveis, a Rampa é considerada uma das melhores do mundo para a prática do voo livre de Asa Delta em particular na categoria Parapente, é turismo de aventura que tornou a cidade conhecida no mundo inteiro pelos recordes mundiais.

Por possuir as melhores condições climáticas do mundo para esse tipo de esporte, entre os meses de Outubro e Novembro, a cidade recebe pilotos de vários países e todos vêm com aquele gostinho de quebrar recordes.

Fui até lá e tirei algumas fotos com vista de cima da Rampa.

Deu até para captar um Arco-Ires.

Visite outros Santuários:

Visite o Santuário da primeira Santa do Brasil.

Conheça o Santuário de Santa Rita de Cássia.

Visite a estátua de Padre Cícero em Juazeiro do Norte.

Visite a estátua de São Francisco de Assis no Canindé.

Viste o Cristo Redentor ante de chegar lá.

Siga outras viagens nas páginas:

Instagram | Facebook | Twitter

“Realizar sonhos é o nosso principal objetivo”

Viaje na Melhor Idade!

Mapa do Destino

Uma resposta para “Patu e o Santuário de Nossa Senhora dos Impossíveis”

  1. Aldenora Fernandes de Queiroz disse:

    Parabéns! continue divulgando nossa cidade que é linda as fotos ficaram ótimas assim como as informações que são dadas. Excelente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *