Jardins de Luxemburgo de Paris é especial para piqueniques.

Que história é essa?

Pensando nos Jardins de Luxemburgo, veja que que situação passei e que teve um final bacana? Pois bem, com um mapa de paris na mão, perguntei (em Português – claro, não sei Francês) para o recepcionista do hotel se os Jardins de Luxemburgo era um lugar legal para esse casal passear e até fazer um pequeno piquenique. Ele foi direto ao assunto e os únicos pedaços de frases que consegui captar, foram: A viúva de Henrique quarto, por nome de Maria de Médicis, pelo fato de não gostar do castelo do Louvre, construiu os Jardins Luxemburgo e trouxe da Itália o modelo para construir os Jardins de Luxemburgo em Paris. Como não estava entendendo quase nada, agradeci e seguimos em busca do Metrô e chegamos lá na maior felicidade do mundo, pois, já descemos na estação Luxemburgo, basicamente dentro do parque.

DSC04013

Estação de metrô – Luxemburgo – basicamente, dentro do parque.

O Parque de Luxemburgo:

É o maior parque público da cidade de Paris com mais de 200 mil metros quadrados. Agosto até meados de Outubro é o melhor período para se curtir uma manhã com sol, bater um papo com outros visitantes fazendo novas amizades, transformar a rotina do dia a dia numa espécie de piquenique e acima de tudo, se você for da Melhor Idade (+60), a vida fica muito mais prazerosa, já que passear aqui, é buscar a saúde e deixar a felicidade tomar conta da gente, é tanto, que só fomos embora do local lá pelo entardecer.

DSC04027

Elegantes cadeiras de ferro estão à disposição das famílias em toda a extensão do parque.

Além do grande Palácio de Luxemburgo, o Jardim é todo decorado com exuberantes estátuas, lagos, pomares e muitas árvores com gramados nas principais alas, alas para crianças, esporte e até praças de exposição cultural e teatro existem dentro do parque. É um grande espaço apropriado para lazer, que também, resolvemos transformar nosso passeio em um piquenique.

Piquenique saudável e bem aconchegante.

Piquenique saudável e bem aconchegante.

No lago central do parque e ao fundo, o Palácio de Luxemburgo, hoje sede do Senado da França.

No lago central do parque e ao fundo, o Palácio de Luxemburgo, hoje sede do Senado da França.

Obrigado ao recepcionista  do hotel. Já no final da tarde, nos últimos preparativos para irmos embora, descobrimos à sFonte de Maria de Médicis, viúva de Henrique IV, a mulher que iniciou a construção do Palácio de Luxemburgo e dos seus imensos Jardins e aí, comecei a entender tudo aquilo que o recepcionista do hotel estava me repassando.

A fonte de Médicis.

A fonte de Médicis.

Onde ficar em Paris: Faça sua reserva através do nosso link aqui na Booking.com – ficamos agradecidos.

Conheça nossa Fã Page no FACEBOOK.

 

Mapa do Destino

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *