DSC09787

Milão, a máquina que engoliu minhas moedas.

Eu sempre dou uma espiadinha antes para ver como os outros fazem para só então entrar na vez, mas, em Milão, Itália, na estação do metrô Piazza de Lima, fui direto à máquina tirar um bilhete com destino a Praça Duomo e aí, foi àquela confusão: Eu colocava a moeda e a máquina engolia e ainda pedia outra, e assim foi até acabar meu estoque. Um amigo tentou me ajudar e nada, pra minha sorte, ninguém atrás de mim esperando, lógico, havia outras máquinas e de repente, me aparece um guarda do metrô e solicitei sua ajuda, ele não falou nada, tentou resolver e viu que algo estranho estava acontecendo, arrastou uma cédula e testou o dispositivo e aí sim, deu certo, apertou num determinado botão e caíram todas as minhas moedinhas dentro de um orifício, o barulho foi até emocionante.

Milão e a máquina que engoliu minhas moedas
O Guarda, que gentilmente, salvou minhas moedas.

O guarda: Dove vai? Eu: Praça Duomo. Ele pegou uma das moedas, apertou um botão e colocou-a no mesmo local de antes e saiu o tíquete!. Agradeci, entramos no primeiro vagão do metrô e nos deparamos com uma turma de Jovens com seus trajes pretos, cabelos arrepiados, tatuados, exóticos, indiferentes  e maquiagem exótica, uns 15 entre meninos e meninas, todos sentados no piso do carro e foram aqueles olhares seguidos de um silêncio profundo, parecia que tínhamos entrado no cemitério de Pistóia, lugar frio e com aquele guia com um olhar de sentimento, pede para fazer silencio a partir daquele ponto, nenhuma palavra. Uns 2 minutos de viagem que pra mim, foi mais de trinta minutos e sem falar do meu próprio silêncio e honestamente, com um tremendo medo, sabe, aquele que arrepia, pois foi os dois minutos mais longo das nossas viagens.

Nossa hospedagem na cidade de Milão, foi feita pelo portal Booking onde somos afiliados. Faça aqui sua reserva que a gente ganha uma pequena comissão.

Dê um CURTIR na nossa FanPage do Facebook.

Milão Itália
Os famosos tíquetes de Ida e volta impressos pela máquina na estação do metrô de Milão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *