Key West, Flórida: a incrível viagem em uma rodovia sobre o mar.

Meus 70 anos:

Foi uma viagem do tipo como num filme “Sem Destino”. Trabalhei na pesquisa seis meses antes do dia que eu completaria 70 anos. Nada de festa, eu estava decidido, tinha que ser uma viagem diferente de todas já realizadas, ou seja, passar o dia 10 de julho de 2018, viajando, isso mesmo, um dia inteiro viajando e tudo deu certo quando descobri um lugarzinho chamado Key West, localizada a 170 milhas (270 quilômetros) ou seja, aproximadamente uns 540 quilômetros de ida e volta para quem sai da cidade de Miami, nos Estados Unidos.

Arrumar as malas:

Não bastasse a empolgação quando descobri Key West, ainda no mês de maio, a sorte bate a porta para avisar de passagens aéreas em promoção para Miami, o suficiente para começarmos a arrumar as malas para mais uma viagem, dessa vez, para passarmos uma semana comemorando meus 70 anos!

O Ônibus:

Chegamos em Miami bem antes do dia 10 de julho, compramos uma excursão para Key West, um bate e volta especial, num ônibus especial e com direito aos assentos da frente no andar superior, com visibilidade melhor que do próprio motorista. Uma visibilidade perfeita, deu até para comparar com a câmara em um Drone!

A Rodovia:

Para quem não sabe, os 270 quilômetros de Miami até Key West, essa incrível viagem é o tempo todo vendo água do mar dos dois lados da rodovia passando por 43 pontes interligando as 34 ilhas existentes até chegar no destino. Muitos pedidos e dicas para alugar um carro, mas, dirigindo, eu não ia ver a apreciar todas as belezas do trajeto com conforto e a segurança proporcionada na excursão. Pense numa rodovia bacana. Fotos.

De Miami para Key West:  

Dia 10 chegou e o nosso ônibus saiu de Miami Beach as 06:45 da manhã conforme combinado e chegamos precisamente as 11:00 horas. Tivemos uma paradinha de uns 40 minutos no meio do percurso para uma pequena refeição. Ufa, como foi bom!

Durante toda a viagem teve a presença de um simpático guia falando em Inglês e Espanhol, explicando e tirando dúvidas de todos e sempre avisando que a volta para Miami, seria as 18:00 e que todos estivessem no local marcado. Tudo muito fácil e bem explicado. Teve o momento emoção: o guia fez o grupo cantar parabéns para mim em inglês!

Em Key West:

De posse de um voucher (comprado ao guia durante a viagem) para fazer uma excursão de 90 minutos para conhecer as principais atrações turísticas da cidade num desses bondes (Trolley) com assentos tipo banco de madeira e janelas grandes para o turista ver e fotografar tudo que passava a sua frente.

No volante, uma senhora já idosa, bastante falante no seu microfone, explicando tudo direitinho cada ponto que passava e ainda, dava para descer em qualquer uma das paradas, conhecer o local no seu próprio ritmo, tirar aquela foto e pegar o próximo Trolley.

Durante todo o percurso não descemos em nenhum ponto turístico, algumas fotos foi de dentro do bonde mesmo.

Não se admire se encontrar pelos cantos das ruas e praças, galo cantando (sem ser de madrugada), galinhas ciscando a procura de alguma coisa para alimentar seus pintinhos e até Iguanas gigantes a gente ver de pertinho. Coisas da convivência social e humana da sua gente!

Já no final do tour, optamos por descer no centro da cidade, na Duval Street avenida mais movimentada da cidade, lojas, boutiques charmosas, botecos e bares animadíssimos e tem aquele que mais me chamou atenção, o WilleiT’s, mundialmente famoso pela sua decoração com notas de 1 dólar coladas nas paredes, vigas, teto, balcões e também, pela sua constante musica ao vivo. Não ficamos, estava lotado.

E já passava das 13:00 horas, os termômetros marcando 40 graus, mesmo andando com um copo de sorvete de frutas na mão, a fome apertou e corremos para um restaurante do tipo Mexicano ou coisa assim, tinha ar condicionado e estava lotado, com 08 telões transmitindo um jogo da copa do mundo (França 1 x Bélgica 0), de modo que fez nosso prato atrasar um pouco; no final, entre gritos e vaias dos torcedores, ficamos satisfeitos com as delicias e sabores da culinária deles. É nessa região do centro, onde acontece as novidades e se você quiser passar mais de um dia por lá, veja nossas dicas dos melhores hotéis e pousadas de Key West.

Passamos o resto da tarde passeando a pé pela região central de Key West, entramos em diversos estabelecimentos comerciais, compramos algumas lembrancinhas para nossa Árvore Natalina, para o nosso acervo de pequenos monumentos, trouxemos uma miniatura da grande Boia (Southernmost Point Continental U.S.A.),

o ponto mais próximo de Cuba (90 milhas), também, jamais poderíamos esquecer de comprar um pratinho de parede para a coleção que a mulher faz com capricho,

e seguimos para o ponto marcado, uma antiga estação ferroviária, para pegar nosso ônibus de volta para a cidade de Miami Beach onde estávamos hospedados.

De Key West para Miami:

As 18:00 horas em ponto, partimos de volta para Miami Beach e, segundo o guia, é em Key West que se pode ver o pôr do Sol considerado como um dos mais bonitos do mundo: durante as duas primeiras horas da viagem, e como nesse período o sol demora para sumir no horizonte, deu para ver e curtir sua luz avermelhada deixada no horizonte, fazendo o céu ficar cada vez mais belo e encantador.

Como previsto, chegamos as 23:00 horas e como Miami Beach é um lugar que não se dorme cedo, fomos num simpático barzinho brindar uma cerveja acompanhada de um petisco digno para encerrar meu Dia!

Pensamentos:

“Viajar é a maior clínica médica do mundo, é o melhor remédio que existe para a Melhor Idade”.

Se você está no grupo de pessoas da Melhor Idade (mais de 60 anos), aposentado e/ou ainda na atividade, está na hora de gastar seu dinheirinho com você mesmo.

Dicas de hotéis:

Para ler antes de fazer uma reserva.

Hotéis na região central de Miami.

Hotéis na região de Miami Beach.

Confira também:

Miami de ônibus, de barco e de carro anfíbio.

O que fazer no KSC – Kennedy Space Center da NASA.

Disney Spring: entretenimentos para toda a família.

“Realizar sonhos é o nosso objetivo” Viaje na Melhor Idade!

Mapa do Destino

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *