Diana, a princesa do povo: 20 anos já se passaram

Diana morreu em 31 de agosto de 1997, quando o carro onde estava se chocou contra um pilar do Túnel Alma no centro de Paris.

Segundo investigações da polícia britânica, o acidente foi causado por excesso de velocidade do motorista em estado de embriaguez; dos quatro ocupantes do veículo, só sobreviveu seu guardo-costa.

Diana ainda foi socorrida com vida, mas, morreu poucas horas depois num hospital de Paris em decorrência de uma hemorragia interna….

Em Paris, a Chama da Liberdade e o local do acidente:

A Chama da Liberdade em Paris é uma réplica da tocha que você vê no topo da Estátua da Liberdade, em Nova York. Possui o mesmo tamanho e é folheada a ouro. Essa de Paris, foi erguida em 1987 e está localizada na Praça de Alma, no centro de Paris.

Desde a morte da Princesa Diana, o público tem afixado ao monumento cartazes e recados referentes à Diana, atraindo turistas e, assim, virando um memorial não-oficial, próximo ao túnel onde a princesa sofreu o acidente, no dia 31 de agosto de 1997.

Em Londres, a Fonte Memorial em homenagem a Princesa de Gales.

A fonte foi construída especialmente numa área dentro do Hyde Park de Londres, uma das maiores áreas verdes na região central da cidade, com 545 peças de granito especial trazido do condado de Cornualha e os melhores materiais e tecnologia do momento, foram empregados na construção do memorial.

A Fonte, visa refletir a vida de Diana, a água sai do ponto mais alto em duas direções enquanto cascata, redemoinhos e bolhas antes de se encontrar em uma piscina calma no fundo da grande calha. Uma espécie de Rio e a água está constantemente sendo atualizada e é bombeada do lençol freático de da cidade de Londres.

Sua construção é de uma beleza encantadora, a começar pelo formato de um Coração com três pequenas pontes onde você pode passar e ir direto ao centro do coração da fonte.

Outras informações sobre a Fonte Memorial de Diana:

  • Recebe visitantes em cadeiras de rodas ou que tenham dificuldade de locomoção.
  • O Memorial é supervisionado em tempo integral quando aberto ao público.
  • Não é proibido fotografar e filmar nas áreas públicas do Memorial.
  • É proibido caminhar por cima das muretas da fonte.
  • Cães não são permitidos na área, exceto cães de assistência registrados, tipo cão guia.
  • O local é muito especial para você ir com sua família e com crianças.

Leia também:

Um passeio pelo Hyde Park, o melhor parque de Londres.

Veja e curta outras fotos no INSTAGRAM com dicas de nossas viagens

Mapa do Destino

2 respostas para “Diana, a princesa do povo: 20 anos já se passaram”

  1. Muito legal estas informações.adorei

  2. Nossa, já faz tanto tempo… lembro quando aconteceu o acidente, as notícias na TV, a comoção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *