Canindé: cidade de São Francisco das Chagas e dos Nordestinos

Canindé, chegamos no período da tarde e fomos recebidos na entrada da cidade por São Francisco das Chagas, uma bela estátua que fica localizada em uma das principais avenidas cidade.

Canindé

Estátua de São Francisco na entrada da cidade

Como chegar na cidade:

De Juazeiro do Norte até Canindé, percorremos aproximadamente 430 km. Canindé está localizado em pleno Sertão do Ceará, razoavelmente perto da capital do estado, 110 km até Fortaleza. Difícil foi encontrar estacionamento perto da Igreja matriz de São Francisco do Canindé, de tão movimentada e com um comercio intenso nas imediações da Igreja, por estar situada na região central da cidade. Conhecida como a cidade da fé, dos romeiros, da devoção e da presença de muitos franciscanos em peregrinação pelas suas ruas, o Santuário de São Francisco do Canindé, conforme fomos informados, é o maior e o mais movimentado Santuário da América do Sul, depois de Assis na Itália.

Comércio intenso no entorno da Igreja:

São Francisco do Canindé

Nas imediações do Santuário o comércio é intenso e de tudo, tem um pouco para vender!

São Francisco do Canindé

Nas imediações do Santuário o comércio é intenso e de tudo, tem um pouco para vender!

São Francisco do Canindé

Nas imediações do Santuário o comércio é intenso e de tudo, tem um pouco para vender!

DSC01878

Nas imediações do Santuário o comércio é intenso e de tudo, tem um pouco para vender!

Um pouco sobre a cidade e o Santuário:

Tudo aqui gira em função da humildade, da pobreza, da fraternização e das missões que tiveram início por volta de 1760 quando os frades franciscanos introduziram na região onde hoje é Canindé, a imagem daquele que é o amante dos pobres e da natureza – São Francisco das Chagas.

Um parêntese: Quando estivemos em Assis, Itália em 2008, visitando seu Santuário e conhecendo mais sua história, eu fiquei também devoto do Santo e isso me trouxe a certeza também como os Nordestinos, que procuramos sempre o lado mais humilde das coisas que o coração pede, pois, ele é o santo representante dos pobres e da natureza.

Aqui em Canindé, encontramos alguns pontos importantes para essa história, mas, também vimos pontos negativos quando olhamos para o lado econômico e social da cidade e região. A sensação que se tem é de que para manter o Santuário como o maior centro de peregrinação e romarias das Américas é necessário também, manter o povo pobre e na busca da esperança, da graça e do milagre e isso já vem desde as primeiras missões franciscanas.

Encontramos diversas romarias, à pé, de motos, ônibus e ainda, de pau-de-arara, e conversando com alguns, em sua maioria é para fazer algum tipo de agradecimento ao santo, seja por uma graça alcançada, pagar uma promessa, outros para pedir paz, saúde e também, renovar suas esperanças por dias melhores. Dos muitos pontos importantes que existe no complexo do santuário, visitamos apenas alguns dos principais, tais como:

Algumas pontos que visitamos:

A Basílica e a Casa dos Milagres:

São Francisco do Canindé

Basílica do Santuário de São Francisco do Canindé.

  • A Basílica de São Francisco das Chagas ou de Assis, como queiram chamar os religiosos, de 1817 é o local de maior visitação de publico e lógico, dentro está a principal relíquia religiosa, a imagem do santo.
  • Casa dos Milagres, espaço dedicado com exclusividade para acolher objetos que representam uma graça alcançada. Neste espaço, a gente encontra de tudo um pouco, é uma espécie de sala de exposição, começando por fotografias, pinturas, brinquedos de crianças, peças de arte sacra, roupas, bicicletas e até um deposito para cabelos humanos.
  • No complexo da basílica, funcionam muitos outros atrativos, como as salas de confissões, local de batismo, de orações, secretaria e administração do santuário, lojinha de venda de lembranças e os bebedores com banheiros.
  • Observação: A gruta de Nossa Senhora de Lourdes, naquele momento estava fechado para visitação.

A Via Sacra e a Estátua do Santo:

Fora ao complexo da basílica, fizemos a subida ao Monte da Via-Sacra até a igreja de Cristo Rei que está no topo do monte do mesmo nome e para nossa surpresa algumas das imagens e a própria igreja precisando de manutenção.

DSC01900

Ultima parada com Jesus. Jesus é colocado no sepulcro.

Daqui, seguimos para o outro lado da cidade, fomos ver a grande estátua de São Francisco das Chagas, localizada no topo do morro do moinho, obra do escultor Bibi.

São Francisco do Canindé

Estátua de São Francisco das Chagas

Foi inaugurada em Outubro de 2005 e já considerada como mais uma atração turística para a cidade. Com 30 metros de altura, a estátua tem no seu ponto mais alto um mirante com capacidade para até 15 pessoas, mas, para chegar é preciso subir os 125 degraus. Não aconselhamos as pessoas da Melhor Idade, lembrando, são 125 degraus para subir!.

Leia Também:

  • Tudo sobre a visita que fizemos ao Padre Cícero Romão, na cidade de Juazeiro do Norte – veja como foi aqui.
  • Dicas com fotos no Instagram e as mais recentes postagens no Facebook
  • Conheça o Santuário de Santa Paulina na cidade de Nova Trento em Santa Catarina.
  • E o Santuário da Santa Rita de Cássia que tem a sua estátua considerada a mais alto do Mundo.

 

Mapa do Destino

4 respostas para “Canindé: cidade de São Francisco das Chagas e dos Nordestinos”

  1. Graça Farias disse:

    Canindé é uma terra abençoada, pois lá
    existe o Santuário de São Francisco das Chagas de que tanto
    sou devota. Eu, quando vou à Canindé sinto que acontece
    uma mudança no meu íntimo: fico leve, feliz
    e com sentimento de que São Francisco sabe que estou ali
    presente. Me desculpem mas nem sei explicar,
    mas que é verdade é…
    no meu

  2. francisco das chagas de sousa silva disse:

    Sou afilhado de São Francisco das Chagas e só hoje eu fiquei sabendo que São Francisco das Chagas e São Francisco de Assis são um santo só, já tenho 65 anos de idade e sempre tive vontade de saber sobre a vida de São Francisco. Meu padrinho São Francisco já me ajudou muito e ainda vai continuar me ajudando, eu sou abençoado por ter um padrinho Santo do Céu, todos os dias eu lembro dele, tenho orgulho de ter o seu nome.

    • Walter Leite disse:

      Muito bom saber da sua Devoção por São Francisco, eu também sou devoto e até, tive a oportunidade de fazer uma visita na sua cidade na Itália. Foi uma grande emoção. Obrigado Francisco das Chagas, pela sua visita no nosso Diário de viagens. Nosso abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *